ANCR-Associação Nacional do Cavalo de Rédeas
Notícias

Projeto vai transformar Parque de Exposições Granja do Torto em polo da inovação do agronegócio no centro-oeste

O Parque de Exposições Granja do Torto (PGT) se tornará o grande centro de desenvolvimento da agropecuária da região centro-oeste. O plano de reestruturação do parque para 2020/2021 é composto por sete macroprojetos voltados ao crescimento do setor por meio de inovação tecnológica e atração de negócios para o DF. Até o momento, as empresas investidoras já empenharam mais de R$ 150 milhões para o projeto.

O plano tem como foco o desenvolvimento do segmento agropecuário por meio de investimentos em inovação tecnológica, pesquisas, capacitação de pessoal, prestação de serviços, produção e comercialização de insumos e material genético. O PGT hospedará a Universidade CNA-SENAR, de nível superior e técnico, e o Hospital Veterinário, o maior da América Latina para animais de grande porte, além de uma indústria de adubos e fertilizantes naturais. “As mudanças representam um grande investimento na educação e estimulam o crescimento do número de profissionais e pesquisadores da área, gerando emprego e formando mão-de-obra especializada”, avalia o diretor-presidente do PGT, Eugênio Farias.

O IBEqui (Instituto Brasileiro de Equideocultura) estuda a possibilidade de ter uma sede nesse parque que está em plena expansão. A oportunidade seria benéfica para os dois lados, para o PGT que ganha uma entidade que representa toda a cadeia produtiva do cavalo que movimenta mais de R$ 16 bilhões e que gera mais de três milhões empregos. “Temos hoje seis milhões de cavalos do Brasil e uma sede do IBEqui no Parque ao lado de outros grandes projetos e empreendimentos, só vem agregar ao nosso instituto. Vai nos levar à Brasília, a capital federal do País, que é essencial para nós”, avalia Manuel Rossitto, presidente da junta administrativa do IBEqui.

O PGT, através do projeto Mercado Agro será um centro de venda permanente que também receberá leilões, feiras de agricultura familiar e concursos. “Nós temos uma área de 74 hectares que vai ser melhor aproveitada para o desenvolvimento da agropecuária. O volume e produção no DF não são tão grandes pela sua pequena extensão territorial. Devemos nos preocupar com a produtividade, representatividade vanguarda. Somos a capital federal, de onde saem as decisões para o país e pra onde vem quem quer fazer negócios no agro cerrado Brasileiro,”, afirma Faria.

Outro destaque será o projeto PGT Eventos, cuja estrutura permitirá que Brasília seja sede das maiores exposições e eventos do setor, como a Expoabra e a Expocountry. A transformação dos espaços também representa uma importante melhoria para outras atividades que já são realizadas no parque, como o Brasília Capital Moto Week, o maior encontro de motociclistas da América Latina, que atrai milhares de turistas para a capital federal todos os anos.

 

Causas sociais

Além de movimentar a economia do DF, o PGT também se empenhará em ampliar as ações sociais. A Associação Nacional de Equoterapia (ANDE), que fica instalada no parque, terá capacidade para atender, gratuitamente, sua demanda represada com deficiência para as aulas de equoterapia. Uma parceria entre a ANDE e a Universidade de Brasília (UnB), já implantada no PGT, trará ciência e pesquisa aplicada em busca de maiores resultados na aplicação de tecnologia para aperfeiçoamento da equoterapia, através do Centro de Pesquisas ANDE e UNB, instalado no PGT.

Os eventos realizados no local também terão recolhimento de doações de alimentos, agasalhos e outras necessidades para as populações mais vulneráveis. Além disso, as ações no parque fomentarão a agricultura familiar e pequenos produtores.

 

O PGT

O Parque de Exposições Granja do Torto é uma instituição classificada como Serviço Social Autônomo, sem fins lucrativos, que atua como residência oficial do segmento agropecuário do Distrito Federal. Tem como objetivo incrementar e integrar as cadeias produtivas, fomentar as atividades econômicas e o desenvolvimento do setor.

 

O IBEQUI

O Instituto Brasileiro de Equideocultura (IBEqui) foi fundado em 24 de agosto de 2020, com cinco pilares de atuação: Assuntos Regulatórios; Cultura e Ações Sociais; Sanidade Animal; Segurança Jurídica e Bem-Estar Animal e Esportes Equestres. Sua missão é unir e fortalecer todos os elos da cadeia produtiva do cavalo, por meio de diferentes atividades e iniciativas, a partir da fundamentação em estudos técnicos. Potência econômica e social do agronegócio brasileiro, a equideocultura representa um campo repleto de oportunidades.

ANCR altera data do Super Stakes e adia o Derby
O evento será realizado no formato LIVE, com transmissão ao vivo pela internet e sem a presença de público.

IBEqui é o mais novo integrante da Câmara Setorial de Equideocultura do MAPA
A partir de agora, o órgão contará com 17 representantes de entidades representativas de diversos segmentos do setor

Núcleos ANCR | NCCR
Acontece nos dias 24 e 25 de fevereiro, a 1ª das 3 etapas do Núcleo Castelo do Cavalo de Rédeas (NCCR) que estão previstas para ocorrer neste calendário de 2021

Criado há 6 meses, IBEqui elege sua primeira Diretoria
Assembleia virtual reuniu filiados de todo Brasil, nesta segunda-feira (15/02); por unanimidade, Caco Auricchio (ABQM) foi indicado para presidir o Conselho de Administração

IBEqui avança na atualização do ‘Estudo do Complexo do Agronegócio do Cavalo’
A nova revisão é desenvolvida em parceria com a Frente Parlamentar do Agronegócio Paulista e a Esalq/USP

Atenção ao prazo da Anuidade 2021
Os boletos já foram enviados, com vencimento em 10 de fevereiro

ANCR divulga calendário oficial de competições para 2021
Assim que outros Campeonatos forem oficializados, informaremos os associados.

Com estreia de novo modelo de transmissão, ANCR comemora resultados do seu Nacional e Potro do Futuro
Evento realizado no último final de semana foi classificado como um dos melhores da modalidade em qualidade técnica, com muita emoção e paixão por parte dos competidores e organização.

IBEqui promove reunião técnica sobre segurança jurídica e bem-estar animal nos esportes equestres
Encontro virtual tratou da legalização e regularização das atividades no país, com foco no bem-estar animal

Potro do Futuro 2020 - Inscrições com valores de última chamada terminam hoje
Inscreva-se!

Mais Notícias Veja o histórico completo de notícias da ANCR