ANCR-Associação Nacional do Cavalo de Rédeas
Notícias

Raio-x WEG 2018 - Marcelo Almeida

Conheça, diariamente e por ordem alfabética, o Time brasileiro que vai representar o País nos Jogos Equestres Mundiais que acontecem entre os dias 10 e 23 de setembro, em Tryon, Carolina do Norte, EUA.

Cada um dos nossos atletas deu uma entrevista exclusiva para nosso veículo.

 

MARCELO ALMEIDA DA SILVA

 

IDADE: 43 anos

CIDADE ONDE MORA: Curitiba (PR)

NÚMERO DE VEZES QUE PARTICIPOU DO WEG? Eu já participei de seletiva duas vezes, mas nunca consegui me classificar. Poder representar o Brasil no WEG sempre foi o meu grande sonho.

NÚMERO DE TÍTULOS CONQUISTADOS NA CARREIRA: Ganhei quatro vezes o Potro do Futuro da ANCR, sendo três vezes consecutivas. Ganhei duas vezes o Potro do Futuro da ABQM e três vezes reservado consecutivos. Também ganhei o Congresso, o Campeonato Nacional, o Super Stakes e o Derby. O único título que falta pra mim é o Campeonato Nacional da ANCR. Os outros todos, graças a Deus, já conquistei.

OS 3 PRINCIPAIS TÍTULOS DA SUA CARREIRA: Todos são muito importantes, claro. Mas dois que eu considero de maior destaque, que até hoje eu me lembro e me emociono, foi o Congresso em Bauru, na Aberta Júnior, minha primeira prova nessa categoria, e o meu primeiro Potro do Futuro Nível 4, em 2011.

ONDE COMEÇOU A TREINAR: Comecei a treinar em Trabiju (SP), cidade onde nasci. Da minha família ninguém tem convivência com cavalos. Mas eu trabalhava como jardineiro em uma cabanha de cavalos Crioulos. Toda tarde, depois do meu trabalho, eu ia olhar o pessoal cuidar e montar os cavalos. Então, eu arriava, escovava, dava banho nos cavalos. Esse foi meu primeiro contato e fui gostando, criando interesse por esse mundo.

COMO SERÁ SUA PREPARAÇÃO PARA O WEG: A preparação vai ser bem legal. Estou bem confiante. Será mais um aprendizado, porque vai estar todo mundo reunido em um só lugar. E lá, participando com o pessoal de fora e com os competidores aqui do Brasil também, a gente começa a conviver e o aprendizado sempre é muito bom. Sempre tem essa troca de informações, o que é muito válido.

QUAL A EXPECTATIVA DE RESULTADOS: A expectativa é muito grande! Estamos todos muito confiantes. Acho que este ano o Brasil tem uma equipe muito forte, muito parelha dos brasileiros. E pelo nível dos cavalos, eu acredito que, se der tudo certo, vai ser um dos melhores resultados do Brasil.

Mais Notícias Veja o histórico completo de notícias da ANCR