ANCR-Associação Nacional do Cavalo de Rédeas
Notícias

Raça Crioula apresenta evolução no desempenho nas Rédeas

Exemplares vêm conquistando títulos importantes na modalidade e ampliando sua participação nas provas

 

O desempenho do Cavalo Crioulo nas competições de Rédeas no país tem demonstrado o crescimento da raça na modalidade. No último Campeonato Nacional de Rédeas, promovido pela Associação Nacional do Cavalo de Rédeas (ANCR), realizado em Avaré (SP) no mês de agosto, exemplares conquistaram lugares de destaque no pódio em todas as categorias, desde a Amador até a Aberta e Potro do Futuro, com destaque ao conjunto formado por Roberto Jou e F5 Licurgo Tapajós, que conquistou o primeiro lugar na categoria Aberta Nível 4.

 

Não é de hoje que o Cavalo Crioulo vem conquistando adeptos nas provas de Rédeas. Os resultados nas pistas pelo país vêm chamando a atenção de cavaleiros que estão buscando na raça Crioula animais para a competição. Para o representante da Subcomissão de Rédeas da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Antônio Correa, desde sua inserção nas rédeas, o Cavalo Crioulo sempre esteve nas primeiras colocações das competições promovidas pelo Brasil. "Nos últimos anos a raça está se destacando ainda mais, conquistando grande espaço no cenário nacional da modalidade. Na temporada 2016/2017 o criatório número um do ranking nacional é um criatório de Cavalos Crioulos", destaca.

 

Para fomentar a modalidade, a ABCCC promove desde 2013 o Rédeas de Ouro, que chega a sua quinta edição em 2017. Para este circuito, a entidade irá distribuir uma premiação total de R$ 150 mil entre as provas da temporada. As finais serão realizadas no Centro de Eventos municipal, na cidade de Campina Grande do Sul, no Estado do Paraná, entre os dias 27 de setembro e 1° de outubro.

 

Até o ano passado, este prêmio era entregue somente aos melhores da disputa final, porém, em 2017, além das premiações das grandes finais, o valor ainda será dividido entre os melhores Cavalos Crioulos nas provas da Associação Nacional dos Cavalos de Rédeas (ANCR) e dos Núcleos regionais durante a temporada. “Apenas nas provas da ANCR, a premiação total será de R$ 40 mil e poderá chegar a R$ 60 mil, com o acréscimo dos bônus”, explica o analista de expansão da ABCCC, Gerson de Medeiros.

 

Foto: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação

Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

 

Mais Notícias Veja o histórico completo de notícias da ANCR