ANCR-Associação Nacional do Cavalo de Rédeas
Notícias

Derby ANCR 2020 supera recordes da edição anterior e mostra que a modalidade não para de crescer

João Felipe Lacerda e Galactic Tag, Campeões Derby ANCR 2020 AB N4

 

Se no ano passado o Derby ANCR quebrou recordes, a edição 2020 veio provar que o crescimento da modalidade não para. Encerrado no sábado, dia 14, o tradicional torneio promovido pela Associação Nacional do Cavalo de Rédeas (ANCR) surpreendeu ao superar o evento de 2019, tanto com relação ao nível técnico nas provas, quanto em volume de público e número de inscrições. O destaque fica para a categoria Amador, que cresceu mais que a Aberta, uma novidade muito boa, de acordo com o presidente da Associação, Francisco Moura.

As provas foram realizadas entre os dias 13 e 14, no Parque Fernando Cruz Pimentel (Emapa), em Avaré (SP). Dezenas de competidores de diversas partes do Brasil se reuniram para disputar o Derby 2020; que reuniu ainda as competições da VII Copa Cardinal Ranch Aberta e Amador; II Pré-Futurity Aberta - Gunner Dun It Again; e II Pré-Futurity Amador - Whiz N Tag Chex.

Ainda superando a edição de 2019, a ANCR estima que tenham sido distribuídos em torno de R$ 115 mil aos campeões, dentre premiação em dinheiro e prêmios fornecidos pelos patrocinadores. Os vencedores da copa Gunner Dun it Again e da Whiz N Tag Chex ganharam a cobertura dos animais que dão nome aos torneios. Da mesma forma, o campeão da VII Copa Cardinal Ranch levou a cobertura do
Dun It For Whizkey.

Os resultados do evento foram surpreendentes. Um dos fatores que contribui para o aumento do nível técnico, de acordo com Francisco Moura, é a relação entre a ANCR e a NRHA. “A proximidade que nós temos com a NRHA faz com que venham treinadores para cá e que os nossos estejam nos Estados Unidos. Acredito que esse intercâmbio entre os dois países é um dos grandes segredos para o sucesso da qualidade nas pistas.”

Além disso, Moura também ressalta a genética dos animais. “Nossos cavalos têm uma genética muito próxima a dos EUA. Os criadores estão investindo muito em genética para Rédeas e isso faz com que a gente tenha grandes shows na pista e, a cada dia mais, cavalos com condição de serem grandes campeões,” salienta.

Confira, a seguir, os campeões:

DERBY

Na Aberta N4, o título de Campeão ficou para João Felipe Lacerda no comando de Galactic Tag, que alcançou nota 224,5. Na Aberta N3 e N2, a vitória foi de Matheus Gabriel S. de Oliveira com Tag Gotta Gun. O conjunto recebeu nota 216.

No Amador N4 e N3, Perfume Whiz Dunit, comandado por Davi Herrera Delgado, deu um show e terminou com nota 216. No Amador N2, Cielo Junior, montado por Gabriel Cordeiro Martins, recebeu nota 211,5 e ficou com o título de Campeão.

 

PRÉ-FUTIRITY

Na Aberta N4, a apresentação de Gilson Vieira Diniz Filho  e Mercedes Dunit FMM recebeu nota 214,5 e ficou com o título de Campeão Pré-Futurity Gunner Dun It Again. Na Aberta N3, sagrou-se Campeão o conjunto formado por Nelson Rodrigues e Big Brown Del Rancho, com nota 211. Na Aberta N2, o show ficou por conta de Marco Antonio da Costa e Juke Gotta Gun, conjunto que recebeu nota 210,5. Na categoria Amador, a vitória foi de Fantastico Voodoo MV e Giovanna Diniz, conjunto que recebeu nota 212,5.

Na Aberta N1 (Principiante), quem brilhou foi Gabriel Cordeiro Martins e Helluva Whiz BK. O conjunto encerrou a disputa com nota 207,5, voltando para casa com o título de Campeão. Na Principiante Amador, foi a vez de Shootin Like Wanda e Octávio Cipolla Lunardini brilharem. O conjunto se sagrou Campeão com nota 213,5.

Na Categoria Jovem, Henrique de Melo Tripoloni montou Hot Wings Dunit QR e recebeu nota 211 e o título de Campeão. Já na categoria Jovem 10, a vitória foi conquistada por Rafael Christians e No Tears Rooster, com nota 210,5.

 

COPA CARDINAL

A VII Copa Cardinal Ranch elegeu na Aberta N4 e N3 o conjunto formado por Jovenil Dias Machado e Lapidado Whiz Dunit, que obteve nota 211,5. Na Aberta N2, foi a vez de Jacques Rodrigues Junior e Joy Roosters VSJ de subir no lugar mais alto do pódio, finalizando a prova com nota 210,5.

Na Amador N4 e N3, o conjunto formado por Arion Dun It e Américo Ribeiro dos Santos Neto brilhou, levando o título de Campeão com nota 214 nas duas disputas. Já na Amador N2, a apresentação de Helluva Whiz BK e Gabriel Cordeiro Martins mereceu a vitória, com nota 207,5. Para conferir os resultados completos, acesse o site da ANCR, no endereço: www.ancr.org.br/Resultados.asp.

Mais Notícias Veja o histórico completo de notícias da ANCR